Differences

This shows you the differences between two versions of the page.

Link to this comparison view

ser300:comentarios_para_a_flavia_-_miguel [2008/04/15 12:12] (current)
miguel created
Line 1: Line 1:
 +
 +  Oi Flávia,
 +   ​Legal. Mas nesta altura você pode explorar melhor ​
 +   seu conhecimento anterior.
 +   ​Aproveite o curso para:
 +   1 - Montar um Desenho esquemático de seu BDG para 
 +   ​estudos epidemilógicos para a Esquistossomose. Ou seja, pense
 +   em como seus dados que voc6e já tem hoje, se organizam emum OMT-G
 +   que descrevrá seus dados eProcessos;
 +   2 - Minas é um mar de morros. Declividade é sempre um problema.
 +   Você deveria tratar esta declividade de forma Fuzzy, numericamente
 +   e não como uma variável booleana. Isto pode ser interesante.
 +   Em vez de achar agora correlações estatísticas,​ tente encontrar relações
 +   ​espaciais. Veja o trabalho do Fred, sobre migrações.
 +    Ele construiu uma hipótese e testou esta hipótese com 
 +    um conjunto de mapas e oprações sobre mapas.
 +    Achoi qeu uma idéia nesta linha pode ser interesante para você
 +    aprender mais sobre lidar com o dado espacial e pode trazer surpresas
 +    interesantes para um olahr mais estatístico depois.
 +    O que você acha?
 +    Um abraço,
 +    Miguel
 +
 +
 +
 +
 +Título Provisório
 +
 +Estimativa da esquistossomose no estado da Bahia
 +Descrição do problema
 +
 +Assim como outras doenças de veiculação hídrica a esquistossomose é dependente de algumas caracteristicas ambientais e sociais, ocorrendo principalmente nas periferias e na zona urbana. No estado da Bahia os dados de prevalência da esquistossomose são agregados a nível municipal, o que dificulta a elaboração de um modelo que consiga explicar as relações entre os fatores socio-ambientais e a doença de maneira mais acertada. Para se tentar minimizar esse problema, já que nao se existem dados pontuais da prevalência da doença disponíveis,​ o uso de interpoladores para estimar o valor da prevalência a cada 250m pode ser bastante útil para o estudo.
 +Perguntas principais e hipótese
 +
 +Os municípios do estado da Bahia com baixa prevalência podem ser afetados pelos municípios com alta prevalência?​ Existem áreas no estado onde a prevalência é maior? As áreas de maior prevalência coincidem com as áreas com maior declividade?​