Differences

This shows you the differences between two versions of the page.

Link to this comparison view

Both sides previous revision Previous revision
cst-310-popea:trabalhos [2020/08/02 14:28]
ser310-2020
cst-310-popea:trabalhos [2020/08/02 14:29] (current)
ser310-2020
Line 8: Line 8:
 ===== Tabela Síntese===== ===== Tabela Síntese=====
 | **Aluno** |**TEMA** |** Seminário-Contribuição ** | **Pergunta** | **Relações PEA** |** Contexto/​conceitos** | **Objetivo geral e específico(s)** | **Área de Estudo** |**Escala e Unidade de Análise** ​ | **Base de Dados** | **Procedimentos Metodológicos e Análises** | **Resultados** | **Conclusão** | | **Aluno** |**TEMA** |** Seminário-Contribuição ** | **Pergunta** | **Relações PEA** |** Contexto/​conceitos** | **Objetivo geral e específico(s)** | **Área de Estudo** |**Escala e Unidade de Análise** ​ | **Base de Dados** | **Procedimentos Metodológicos e Análises** | **Resultados** | **Conclusão** |
-|Adriano Ferreira ​ |Caracterização socioeconômica da população exposta ao crime nos distritos policias de São José dos Campos. ​ |Construção de uma proposta metodológica para desagregação de dados de crimes para caracterização socioeconômica da população localizada em diferentes distritos policiais em São José dos Campos. ​ |Como se caracteriza a população em diferentes níveis de exposição ao crime nos distritos policiais de São José Campos? ​    |A unidade espacial de estudo são os distritos policiais da cidade de SJC. O ambiente pode ser descrito como a exposição da população ao crime obtida por meio da análise de crimes de cada unidade espacial de estudo. A caracterização da população,​ exposta ao crime em cada unidade espacial, será obtida por meio da análise dos dados dos setores censitários. ​  | Conceitos: Risco, Risco a crime, Exposição a crime. ​ |Geral: Caracterizar a situação socioeconômica da população quanto a diferentes níveis de exposição a crime na cidade de São José dos Campos. Específicos:​ 1) Desagregar os dados de crimes em diferentes distritos policiais; 2) Desagregar os dados do censo em diferentes setores censitários;​ 3) Relacionar os dados de crimes com os dados socioeconômicos dos setores censitários para realizar a caracterização da população. ​   | Cidade de São José dos Campos - SP  |Escala: municipal (escala cartográfica 1:250.000); Unidade de análise: Distritos policiais. ​  ​|Censo 2010 - IBGE; Dados de crimes: SSP-SP; Dados socioeconômicos:​ IBGE e Secretaria municipal Urbanismo e Sustentabilidade. ​  ​| ​  ​| ​  ​| ​  |+|Adriano Ferreira ​ |Caracterização socioeconômica da população exposta ao crime nos distritos policias de São José dos Campos. ​ |Construção de uma proposta metodológica para desagregação de dados de crimes para caracterização socioeconômica da população localizada em diferentes distritos policiais em São José dos Campos. ​ |Como se caracteriza a população em diferentes níveis de exposição ao crime nos distritos policiais de São José Campos? ​    |A unidade espacial de estudo são os distritos policiais da cidade de SJC. O ambiente pode ser descrito como a exposição da população ao crime obtida por meio da análise de crimes de cada unidade espacial de estudo. A caracterização da população,​ exposta ao crime em cada unidade espacial, será obtida por meio da análise dos dados dos setores censitários. ​  | Conceitos: Risco, Risco a crime, Exposição a crime. ​ |Geral: Caracterizar a situação socioeconômica da população quanto a diferentes níveis de exposição a crime na cidade de São José dos Campos. Específicos:​ 1) Desagregar os dados de crimes em diferentes distritos policiais; 2) Desagregar os dados do censo em diferentes setores censitários;​ 3) Relacionar os dados de crimes com os dados socioeconômicos dos setores censitários para realizar a caracterização da população. ​   | Cidade de São José dos Campos - SP  |Escala: municipal (escala cartográfica 1:250.000); Unidade de análise: Distritos policiais. ​  ​|Censo 2010 - IBGE; Dados de crimes: SSP-SP; Dados socioeconômicos:​ IBGE e Secretaria municipal ​de Urbanismo e Sustentabilidade. ​  ​| ​  ​| ​  ​| ​  |
 |Anielli de Souza  |Análise do censo agropecuário de 2017: Desagregação espacial considerando diferentes métodos. ​ | Construção de uma base metodológica para desagregação espacial dos dados do censo agropecuário 2017.|Como desagregar os dados do censo agropecuário?​ Quais métodos são mais adequados para desagregar esse tipo de dado?​| ​ |Não existe uma única forma de produção e nem de utilização da terra na Amazônia. Da forma como que o dado do censo agropecuário se apresenta, não é possível identificar a heterogeneidade da produção, das formas de utilização da terra e outras características em escala da paisagem, assim é necessário o desenvolvimento de metodologias para trabalhar em outras escalas e poder caracterizar os sistemas produtivos. Conceitos: sistemas produtivos; uso e cobertura da terra; espaço celular. ​ |Objetivo geral: Desenvolver uma metodologia de desagregação dos dados do censo agropecuário para o espaço celular de 2x2km². Esp1: Identificar a metodologia mais adequada para desagregação espacial desse tipo de dado e escala; Esp2: Compreender as limitações advindas da desagregação espacial. | Municípios de Mocajuba e Cametá. |Escala: municipal (escala cartográfica 1:250.000); Unidade de análise: Células de 2x2km².|Censo agropecuário 2017-IBGE| ​  ​| ​  ​| ​  | |Anielli de Souza  |Análise do censo agropecuário de 2017: Desagregação espacial considerando diferentes métodos. ​ | Construção de uma base metodológica para desagregação espacial dos dados do censo agropecuário 2017.|Como desagregar os dados do censo agropecuário?​ Quais métodos são mais adequados para desagregar esse tipo de dado?​| ​ |Não existe uma única forma de produção e nem de utilização da terra na Amazônia. Da forma como que o dado do censo agropecuário se apresenta, não é possível identificar a heterogeneidade da produção, das formas de utilização da terra e outras características em escala da paisagem, assim é necessário o desenvolvimento de metodologias para trabalhar em outras escalas e poder caracterizar os sistemas produtivos. Conceitos: sistemas produtivos; uso e cobertura da terra; espaço celular. ​ |Objetivo geral: Desenvolver uma metodologia de desagregação dos dados do censo agropecuário para o espaço celular de 2x2km². Esp1: Identificar a metodologia mais adequada para desagregação espacial desse tipo de dado e escala; Esp2: Compreender as limitações advindas da desagregação espacial. | Municípios de Mocajuba e Cametá. |Escala: municipal (escala cartográfica 1:250.000); Unidade de análise: Células de 2x2km².|Censo agropecuário 2017-IBGE| ​  ​| ​  ​| ​  |
 |Bruno Adorno ​  | Qualidade dos parques/​bosques oferecida a habitantes de diferente sexo, faixa etária e nível de renda de Goiânia. |Conceito de justiça-socioambiental,​ alocação dos parques x distribuição populacional (índice de Gini, análise de Cluster hierárquico) e acessibilidade pela população |Considerando parques e bosques de Goiânia, quais infraestruturas proporcionam,​ como se distribuem nas diferentes regiões da cidade e como impactam os habitantes quanto faixa etária, sexo e renda? ​  ​|Qualidade dos parques (ambiente) em diferentes regiões de Goiânia (espaço) habitadas por pessoas de diferente faixa etária, de sexo e renda   ​|Contexto:​ Acessibilidade a parques/​bosques,​ exemplo de espaços aberto público, por diferentes grupos populacionais (apoio na discussão UN Habitat, ODS 11.7.1); Conceitos: parques/​bosques - categoria do plano diretor associados a um decreto específico. Qualidade: caracterizadas a partir do diagnóstico da [[https://​www.goiania.go.gov.br/​shtml/​amma/​parquesebosques.shtml|AMMA]]. Justiça socio-ambiental (Low 2013); Acessibilidade:​ definido por raio de influência - plano diretor de goiânia |Geral: Avaliar qualidade e acessibilidade dos parques e bosques em diferentes regiões de Goiânia, habitadas por diferentes grupos populacionais. Esp.1: Distribuição de parques e bosques qualificados segundo diagnóstico da AMMA. Esp 2: Estimar o número de habitantes de diferentes grupos, por região e dentro de raio de influência dos parques.|Regiões administrativas da cidade de Goiânia| Cadastro urbano do MUBDG e Censo IBGE (1:2000 - 1:10000); resultados agregados por região administrativa |População:​ Censo IBGE 2010; Parques e malha viária e regiões: MUBDG; Pontos de ônibus (RMTC); Qualidade dos parques: AMMA |  |  |   | |Bruno Adorno ​  | Qualidade dos parques/​bosques oferecida a habitantes de diferente sexo, faixa etária e nível de renda de Goiânia. |Conceito de justiça-socioambiental,​ alocação dos parques x distribuição populacional (índice de Gini, análise de Cluster hierárquico) e acessibilidade pela população |Considerando parques e bosques de Goiânia, quais infraestruturas proporcionam,​ como se distribuem nas diferentes regiões da cidade e como impactam os habitantes quanto faixa etária, sexo e renda? ​  ​|Qualidade dos parques (ambiente) em diferentes regiões de Goiânia (espaço) habitadas por pessoas de diferente faixa etária, de sexo e renda   ​|Contexto:​ Acessibilidade a parques/​bosques,​ exemplo de espaços aberto público, por diferentes grupos populacionais (apoio na discussão UN Habitat, ODS 11.7.1); Conceitos: parques/​bosques - categoria do plano diretor associados a um decreto específico. Qualidade: caracterizadas a partir do diagnóstico da [[https://​www.goiania.go.gov.br/​shtml/​amma/​parquesebosques.shtml|AMMA]]. Justiça socio-ambiental (Low 2013); Acessibilidade:​ definido por raio de influência - plano diretor de goiânia |Geral: Avaliar qualidade e acessibilidade dos parques e bosques em diferentes regiões de Goiânia, habitadas por diferentes grupos populacionais. Esp.1: Distribuição de parques e bosques qualificados segundo diagnóstico da AMMA. Esp 2: Estimar o número de habitantes de diferentes grupos, por região e dentro de raio de influência dos parques.|Regiões administrativas da cidade de Goiânia| Cadastro urbano do MUBDG e Censo IBGE (1:2000 - 1:10000); resultados agregados por região administrativa |População:​ Censo IBGE 2010; Parques e malha viária e regiões: MUBDG; Pontos de ônibus (RMTC); Qualidade dos parques: AMMA |  |  |   |

Navigation