Differences

This shows you the differences between two versions of the page.

Link to this comparison view

ser300:5_de_abril_-_talita [2009/04/05 22:48] (current)
miguel created
Line 1: Line 1:
  
 +
 +   OI Talita!
 +   ​Ótimo. Acho que é isso. Curto e grosso e um bom trabalho!
 +   Mas, sempre há um mas não é mesmo?
 +   ​Algumas questões. Creio que seja importante que voce verifique um cadinho
 +   mais aliteratura sobre "​validação"​ de modelos.
 +   Este é um termo FORTE demais, dependendo do conetxto de uso.
 +   E você ainda mistura isso.
 +   Um MOdelo de de Dinâmica de Uso e Cobertura pode ou não ser possível ou passível
 +   de validação. Você pode as vezes validar a consist6encia de seus métodos,
 +   e mesmo assim não ter validado seu MODELO!
 +   Mas aí é só defirmos bem o que é o MODELO não é mesmo?
 +   POr exemplo, ao falar em INTERVALO DE CONFIANÇA necessáriamente você está
 +   se restringindo a uma classe de MÉTODOS,​pois IC pode ser determinado
 +   para Estatistica ferquentisita.
 +   ​Quando estamos, por exemplo em uma aboradagem Bayesiana, o termo não mais este
 +   e falamos em Intervalo de Credibilidade ( que é o IC Bayesiano, que é DISTINTO
 +   ​daquele IC da sua referencia!). Sefalamos em Teoria de Possibilidade é
 +   ​construída a aprtir de níveis de confiança extraídois de medidas de 
 +   ​intervalos de consfiança e de dispersão. ​
 +   ​Enfim,​ a aboradagem por IC é umapossível,​ e não há problema em segui-la, ao contrário,
 +   é a mais fácil e deve ser seguida neste momento,
 +   mas é preciso que voc6e entenda isso!!
 +   Outra coisa, você vai programar os métodos ou usar os 
 +   já feitos pelo Tiago? Se é isso deixe isso claro.
 +   A reengenharioa que voc6e fará , do ponto de vista da arquitetura
 +   já é bastante trabalho, soamdo ao teste disso!
 +   Um abrcao,
 +   ​Miguel
 +
 +    de Intervalos de