Differences

This shows you the differences between two versions of the page.

Link to this comparison view

ser300:comentario_proposta_-_jaidson [2013/04/13 17:03] (current)
miguel created
Line 1: Line 1:
 +\\
 +----
 +//** Miguel - 13-04**//
 +\\
 +   OI Jaidson!
 +   Bom começo, mas ...
 +   Você precisa definir melhor:
 +   1 - Sua unidade espacial de análise ( municipios ??);
 +   2 - Vai usar Prevalência ou o IPA ? ( São indicadores distintos!)
 +   3 - Sua revisão da literatura esta olhando classicos, bom, mas vc não esta fazendo uma leitura critica deles e hora de comecar;
 +   4 - Acho que sua questão devia começar exatamente por ai, os padrões da malária mudaram ao longo da década? Como posso observar isso ? Posso?
 +   5 - O mundo certaente mudou ali. Houve crescimento populacional,​ redisribuicao espacial da populacao, uma dinamica de alteracao da cobertura 9 vc nao esta vendo uso!)
 +        que pode ser capturada pelo desmatamento medido, e umaobservacao sobre "​urbanizacao"​ medida a partir da caractetizacao do IBGE.
 +   6 - Acho que vc precisa mesmo olhar esta questao do padrão de mobilidade, padrão de crescimento , padroes ​ de aletração da cobertura e o padrão da malária,
 +      MAS MUITO CUIDADO porque ultimos anos mostram , veja artigo nosso recente (capitulo do livro de 2012 Populacao eambiente que passei para vc, tem um grafico
 +     ​dissociando crescimento pop/urbano e desmatamento) e este discurso as vezes beira um discusrso complicao Malthusiano ou neo-Malthusiano,​
 +    que no fim coloca a culpa nas  pessoas e nas populacoes pelas mazelas que ela sofre, cuidado com isso!
 +   7 - Aho que alinha de seu argunento deve ser olhar sim os textos classicos e historicos,
 +     mas trazer a questao masi ataul colocada oelo artigo que te passei mas repasso aqui:
 +
 +   ​Assessing the role of spatial heterogeneity and human movement in malaria dynamics and control
 +   ​Olivia Prosper, Nick Ruktanonchai,​Maia Martcheva. Journal of Theoretica lBiology303(2012)1–14
 +
 +   The arrival, establishment and spread of exotic diseases: patterns and predictions
 +   Sarah E. Randolph and David J. Rogers. NATuRE REVIEWS | Microbiology VoluME 8 | MAy 2010 | 371
 +
 +
 +   East African Highland Malaria Resurgence Independent of Climate Change
 +   Simon I. Hay et al. Short Review. Directions in Science (2002) 1, 82–85
 +     ISSN 1538-0033; DOI 10.1100/​tsw.2002.818
 +
 +    Highways and outposts: economic development and health threats in the central Brazilian Amazon region
 +    Barcellos et al. International Journal of Health Geographics 2010, 9:30
 +
 +   ​Valeriano et al. Dimensões do desmatamento na Amazônia brasileira. In. George Martine, População e Sustentabilidade na era das mudanças ambientais Globais: ​
 +   ​Contribuições para uma Agenda Brasileira. p. 223-238, Inprint. Junho 2012.  [Versão anterior a publicação]
 +
 +   ​Christovam Barcellos, Antonio Miguel V Monteiro et al. Mudanças climáticas e ambientais e as doenças
 +   ​infecciosas:​ cenários e incertezas para o Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, 18(3):​285-304,​ jul-set 2009
 +
 +  Pense um cadinho, vc esta no caminho , mas é hora de ler tb as coisas novas e buscar desde já se situar no debate, ok??
 +  Um abraco,
 +  Miguel
 +
 +